DIRECTOR: JORGE LEMOS PEIXOTO  |  FUNDADOR: JOAQUIM LETRIA

Esta telenovela dos Kamov estava quase a acabar. Depois de muitas polémicas pelo meio, falta de peças, falta de inspeção, proibição de voar no âmbito das restrições que a União Europeia impôs por serem material russo, agora que íamos fazer uma boa ação e oferecê-los à Ucrânia, vem a Rússia dizer que não os podemos dispensar porque isso mesmo faz parte do contrato da venda.

Mas que grande chatice. Lá teremos de continuar a aguentar com eles a pagar parque em Ponte de Sor. Talvez até estejam a estorvar. Quem sabe? Seria talvez melhor ideia colocá-los em parques infantis para as crianças brincarem. Pelo menos não pagavam parque.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *