DIRECTOR: JORGE LEMOS PEIXOTO  |  FUNDADOR: JOAQUIM LETRIA

As condições de habitabilidade dos professores deslocados é pouquinho mais que nada! Os docentes têm em mãos – de facto – o futuro de Portugal, pela instrução que proporcionam aos estudantes, sendo duma utilidade/importância extraordinárias.

Um professor ‘habitava’ numa viatura.

À porta do Palácio presidencial de Belém protestava pela enorme dificuldade por que passam os professores deslocados. Eis que surge o Presidente e aquele justo protesto ficou furado. O docente fez saber que Marcelo lhe pagou uma noite numa pensão onde pôde tomar um duche. Este carácter assistencialista caritativo, que faz dobrar a cerviz de quem aceita, não faz levantar

a cabeça. A ajuda é burlesca e a aceitação, porque fez desmobilizar a luta, nem devia ter acontecido. Sabemos que o Presidente pula para estar próximo das pessoas, mas, neste caso, nada entendeu sobre o alcance desta manifestação ousada, justa e impactante!

Esta caridade adiou mais a solução.