DIRECTOR: JORGE LEMOS PEIXOTO  |  FUNDADOR: JOAQUIM LETRIA

Fiquei triste, quando vi desaparecer o T&Q, mas satisfeito quando renasceu. Todas as quartas-feiras o compro e se não for à papelaria, fica reservado para mim. Nas suas páginas sinto a isenção e os pertinentes assuntos da vida nacional, que este jornal relata sem se deixar comprar pelos senhores do poder. Não posso deixar de me referir a um dos casos desta semana que tem a ver com as insinuações do maoísta Pacheco Pereira em relação ao cantor Marco Paulo e ao seu afilhado. Não quero acusar um, nem defender outro, mas agradecer a este grande jornal que traz para a opinião pública as atitudes de algumas figuras públicas, que tudo fazem para chamar a atenção, quando a época deles já passou, mas mesmo assim não dispensam o seu bacoco protagonismo. Aos obreiros deste jornal só quero dizer: continuem assim, pois estão no caminho certo.