DIRECTOR: JORGE LEMOS PEIXOTO  |  FUNDADOR: JOAQUIM LETRIA

Antes de mais, parabéns ao T&Q, pelo seu centésimo número, e a todos os seus trabalhadores e colaboradores. Até eu estou de parabéns porque estou convosco desde a primeira, primeira hora.

Mas deixem-me fazer sobressair deste feixe de grandes jornalistas, Joaquim Letria, que ficará para sempre ligado a este jornal venham as séries que vierem.

É de tal importância este aniversário que nem vale a pena falar no assunto que é a espuma do dia: as TAP’s.

Sim. Porque há a TAP operacional que continua a voar, a descolar, a atender os seus passageiros, e a aterrar nos mais diversos aeroportos do mundo com os seus aviões, sem restrições, sem confusões, sem balbúrdias e sem o diz que disse, mas não disse, e também o contrário, que disse que não disse, mas disse.

Há depois a outra TAP à qual eu chamaria a TAP de São Bento que parece ser um biscoito para que muitos se divirtam. Felizmente, não percebem nada de nada, muito menos de aviões, porque se fossem eles a mandar na outra TAP como mandam nesta, não sei o que aconteceria.

E não sei mesmo o que vai acontecer, mas lá que vai, vai.