DIRECTOR: JORGE LEMOS PEIXOTO  |  FUNDADOR: JOAQUIM LETRIA

Nem figuras de pedra, nem beijoqueiros compulsivos. O destino nos livre destes dois tipos de políticos a exercerem cargos públicos.

O primeiro tipo vive numa torre de marfim. A sua arrogância contamina o ambiente democrático. O segundo tipo é um bajulador da população. Sem rumo para o país. Pronto a dizer tudo e o seu contrário em buscas de votos. O seu ar de amigo dos necessitados da sociedade é tão falso como os seus beijos e sorrisos. No fundo, é alguém que parasita a Democracia.